PREFEITURA MUNICIPAL DE OUVIDOR E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROMOVEM CAMPANHA NO DIA NACIONAL DE COMBATE AO FUMO NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO.

PREFEITURA MUNICIPAL DE OUVIDOR E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROMOVEM CAMPANHA NO DIA NACIONAL DE COMBATE AO FUMO NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO.

Amanhã, (29/08), é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Fumo.
Em Ouvidor, profissionais capacitados da área de saúde irão proferir palestra sobre o TABAGISMO na rede municipal de ensino, objetivando conscientizar os adolescentes quanto aos malefícios causados pelo tabaco.

Local: Escola Professora Ediene da Silva Dias

Horário: 10h00

Endereço: Rua Maria Mesquita nº 2-110 - Centro de Ouvidor

O Dia Nacional de Combate ao Fumo foi criado em 1986 e tem por finalidade conscientizar a população a respeito dos riscos do tabaco.

O cigarro, além dos danos ao próprio usuário, também prejudica as pessoas que estão ao redor. Esta data instituída em 1986 pela lei nº 7488, que foi criada com o objetivo de conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no planeta, sendo considerado, portanto, um problema de saúde pública. Estima-se que cerca de 200 mil pessoas morram todo o ano no Brasil em decorrência do fumo. Esse valor salta para cerca de 4,9 milhões em perspectiva mundial.

O cigarro, somente na fumaça desse produto, por exemplo, encontramos mais de 4.700 substâncias tóxicas, algumas inclusive cancerígenas. O alcatrão e a nicotina são exemplos dessas substâncias maléficas ao organismo. Essa última substância age como estimulante do sistema nervoso central, eleva a pressão sanguínea e a frequência cardíaca, diminui o apetite e desencadeia náusea e vômito. Já o alcatrão, que é formado por várias substâncias, está ligado a doenças cardiovasculares, câncer, entre outras.

O tabagismo pode desencadear cerca de cinquenta problemas de saúde, dentre os quais, destacam-se: infarto do miocárdio, enfisema pulmonar, derrame, câncer de pulmão, traqueia, laringe e brônquio; impotência sexual no homem, infertilidade da mulher, hipertensão e diabetes. Estima-se que 90% das pessoas que desenvolvem câncer de pulmão apresentem como fator responsável o fumo.